Dirigentes de empresas ajudam a eleger 53 parlamentares

A maior parte do financiamento privado das campanhas segue vindo de empresários em doações como pessoa física.

Segundo levantamento da Folha, os representantes dessas empresas ajudaram a eleger 53 congressistas, gastando R$ 42 milhões.

A lista inclui nomes como grupo Votorantim, Grendene, Dasa, Rede D’Or, Grupo Jereissati, MRV, Cosan, Riachuelo, Localiza e Península.

Saiba o que os grandes jornais não contam para você sobre o 2º turno AQUI

Temas relacionados:

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 18 comentários
  1. Empresario Luciano-Lojas Havan-esta dando passagens soh de ida para Venezuela apos dia 29-out.para militantes do PT,PCdB,PSOL.Haddad,Manu,Boulos,MST tem preferencia.Esta no Zapp.A todos Boa Viagem!

  2. Esses R$ 42 milhões são doações oficiais. Já os políticos corruptos, como Renan, usam as agências de publicidade e institutos de pesquisa para fazer ‘branqueamento’ de recursos ilítitos.