Dirigentes do Postalis recorrem de intervenção

O Antagonista obteve em primeira mão recurso apresentado pelos dirigentes do Postalis que foram afastados ontem pela Previc, que decretou intervenção no fundo de pensão dos Correios.

Eles alegam que não foram ouvidos no processo e até agora o motivo da intervenção não foi revelado.

“Atitude premeditada? Se sim, o ato não é só imoral; é fraudulento”, escrevem Christian Schneider e Luiz Alberto Menezes Barreto.

Confira AQUI a íntegra.

16 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Alberto Menezes Barreto se candidatou duas vezes ao cargo de dep. pelo PTdoB usando o nome de urna “Luiz Alberto Do Correios”; e que ele não é apenas dirigente mas SÓCIO PROPRIETÁRIO do Postalis ( 00.627.638/0001-57 ), além de dois postos e um restaurante. Declarou apenas 12.500 reais ao tse em 2010 e, mais recentemente, apenas 50.000 reais como capital social das empresas.

  2. Essa intervenção no Postalis já veio tarde.
    A Justiça é quem deveria ter impedido a corja petista de por as marras podres sobre os fundos de pensão das estatais, desde 2003.
    Agora é tarde. Os funcionários associados ao Postalis estão f*didos e muito mal pagos.

  3. De um lado, o cabidão de empregos que é a PREVIC, dominada pela ralé moral do serviço público e que dirigem um órgão absolutamente inútil. De outro, a petezada dos sindicatos que mandam na porcaria dos Correios, infestada de parasitas do Contribuinte e adoradores do Lula. Pra que servem? Que se autodestruam. Ninguém vai sentir falta.

  4. Ajuda a entender “O ANTAGONISTA”? Certamente não serão os poderes executivo legislativo, judiciário por uma razão singela (nas 3 instâncias do poder). Não tem moral, ética, honestidade, legitimidade.
    Perderam totalmente a autoridade. Esqueceram há muito tempo o senso, a responsabilidade de suas funções institucionais. Estão todos mancomunados de uma forma ou de outra.
    Posto isso, resta-nos a única Instituição (com seus defeitos) ainda com confiabilidade junto a população. FFAA -STM . Estamos falando de Intervenção Militar e não Ditadura Militar. Limpar, lavar com creolina essa NOJEIRA TODA que transformaram o Estado Brasileiro nos últimos 30 anos as V.Exas. de viés Socialista, Comunistas, Oportunistas e Vigaristas.
    Agora se no andar da carruagem a situação endurecer a ponto de um a Ditadura Militar paciência. Aliás, já vivemos em uma disfarçada de Ditadura Civil há pelos menos 30 anos. Poderes que legislam em causa própria, ajustam as Leis de acordo com sua necessidades, Judiciário que prende e solta sem a menor cerimonia, cobram e perdoam impostos quando, quanto e de quem bem entendem.

  5. A Polícia Federal descobriu um rombo surreal no Postalis, o fundo de pensão dos Correios, após colocar as mãos na papelada apreendida na última operação que prendeu conselheiros. O fundo adquiriu centenas de milhões de reais em p… – Veja mais em https://colunaesplanada.blogosfera.uol.com.br/2016/07/05/postalis-tem-rombo-com-papeis-podres-da-venezuela-e-argentina/?cmpid=copiaecola

  6. Talvez seja o caso de uma intervenção na Previc, que de tão lenta e inoperante permitiu um desfalque de tamanha envergadura. Muita das vezes “o pior cego é o que não quer ver”

  7. Não custa lembrar , os Correios já foram a Instituição mais confiável do Brasil ; era só elogios….Com a chegada do PT ao poder aquilo se transformou em terra arrasada , agora é mais um triste legado petista ..

    1. É isso que acontece quando aparelham instituições. Pior é quando a excelência técnica é mais fundamental ainda como na Embrapa e outras da área de pesquisa.

    1. Vergonhosa essa intervenção no Postalis , a atitude do Previc essa sim, requer do governo uma atitude enérgica e imediata . Pois vejamos ; à época dos desvios a entidade foi no mínimo omissa ao patrimônio de milhares de trabalhadores. Agora tem um diretor eleito e acabamos de sair de outra eleição onde foi eleito mais um diretor e o conselho . As medidas tomadas pela atual diretoria estão indo de encontro à grandes grupos financeiros e expondo as vísceras de quem comandou e participou dessas operações delitosas . Será que isso não está incomodando a Previc? O senhor Walter Parente tem feito nos fundos um papel de “gari “ limpando os vestígios de quem banca sua indicação . Os ministros Meireles e Kassab ambos do PSD têm que mostrar o que está acontecendo ao presidente Temer para que este chame o feito à ordem e restabeleça a esperança dos trabalhadores dos Correios.