A disputa na cúpula do Sistema S

A prisão de Robson Braga de Andrade — que durou menos de 24 horas — e seu afastamento da presidência da Confederação Nacional da Indústria (CNI) intensificaram os atritos internos no Sistema S.

Nesta semana, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, presidente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), se reuniu com Jair Bolsonaro. O Antagonista apurou que Gouvêa está de olho no comando da CNI, ocupado interinamente por Paulo Afonso Ferreira, homem de confiança de Robson, acusado de envolvimento em esquema de propina em contratos com o Ministério do Turismo.

Gouvêa teria o apoio da Fiesp, do ministro da Economia, Paulo Guedes, e de Guilherme Afif, atualmente assessor especial de Guedes.

Em nota enviada a este site, o presidente da Firjan disse que não tratou do tema na conversa com Bolsonaro e que “não tem qualquer interesse em assumir a instituição”.

LAVA TOGA: A CHANCE INÉDITA DA LAVA JATO. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler comentários
  1. Adilson disse:

    O tal restaurante giratório, que nunca girou, que fica no topo do FINDES em Vitória, ES. Quantos milhões torrados num monumento a megalomania?

  2. Wagner disse:

    Mas ainda não desratizaram o Sistema S.

  3. Antônio disse:

    Eduardo Eugênio é amigão de Cabral. Teve o seu nome citado numa troca de emails entre investigados da Odebrecht na Operação Lava Jato Ergo Omnes. O email citava "arranjo" no Comperj e Cabral.

    1. Do Cabral, do Gilmar y compris. Melhor passar a peneira no Ypiranga.

  4. Fernando disse:

    O Antagonista só terá respeito quando deixarem o corporativismo de lado e mostrarem a grana preta que vários jornalistas ganharam com palestras no Sistema S, Cristiana Lobo e Merval Pereira.

  5. joaquim disse:

    Tem que fazer uma devassa neste sistema S porque tem políticos que não se reelege pendurado e ganhando muito neste cabide de emprego.

  6. Gileno disse:

    E Paulo Guedes não disse que ia cortar 50% da verba do sistema s cadê faltou corragem

  7. Nelson disse:

    Uma devassa no sistema S em muito melhorara esta instituição.Sabemos que ela pode contribuir em muito com o Brasil,desde que seja gerida com selo e honestidade.

  8. DireitaMassiva disse:

    O importante é limpar o Sistema S de toda corrupção, e todo dinheiro investido na educação e capacitação dos alunos.

  9. Francisco disse:

    Caraaca! Caramba! Tem alguém que não esteja envolvido em alguma falcatrua? Parece briga de foice no escuro. Não vai sobrar nenhum tapete no lugar.

  10. BananiaIsHere disse:

    O cabaré pegando fogo, e o Onyx Laranjoni vai ficar 4 dias na Antártida. É mole? Podia ficar por lá já.