Disputa pela Comissão de Orçamento é guerra do Centrão

A disputa pela importante Comissão Mista de Orçamento (CMO) no Congresso, que debate e vota as leis orçamentárias para o ano seguinte, é reflexo de uma guerra interna no Centrão.

De um lado, o grupo de Arthur Lira, o líder do PP, que colou no Palácio do Planalto e quer ser o nome de Jair Bolsonaro para a eleição da Câmara, em fevereiro do ano que vem.

De outro, o grupo de Rodrigo Maia (DEM), que pulou fora do “blocão” de Lira em julho, juntamente com outros partidos: entenda aqui toda essa história.

Ou seja, a briga entre Elmar Nascimento — o nome do DEM para a CMO — e Flávia Arruda — o nome do grupo de Lira — é Centrão versus Centrão.

Em jogo, as eleições internas na Câmara e no Senado, em fevereiro do ano que vem, e também a disputa presidencial de 2022. Como definiu uma liderança partidária ainda quando do racha no “blocão” de Lira, “está cada um tomando seu rumo”.

Leia mais: Deputados federais custam R$ 189 mil por mês aos pagadores de impostos; senadores, ainda mais
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 4 comentários
TOPO