Dívida de campanha ou Celso Daniel?

No pedido de prisão de José Carlos Bumlai, o MPF compara o esquema montado por José Carlos Bumlai com o mensalão e anexa o depoimento de Marcos Valério sobre o empréstimo do Banco Schahin para Bumlai.

Nesse depoimento, Valério diz que o dinheiro era para comprar o silêncio de Ronan Maria Pinto sobre o assassinato de Celso Daniel. Na versão de Bumlai para Fernando Baiano, porém, o dinheiro seria para pagamento de dívidas da campanha de Lula de 2002.

O empréstimo do Banco Schain foi concedido em 2004, dois anos depois da campanha.

Faça o primeiro comentário