Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Do 'top 5' da vacinação, apenas SP recebeu menos doses da Pfizer na última remessa

Nº 2 da Saúde disse hoje que percentuais 'evoluem' com avanço da vacinação
Do top 5 da vacinação, apenas SP recebeu menos doses da Pfizer na última remessa
Foto: Walterson Rosa/MS

Dos cinco estados que lideram hoje a vacinação no Brasil, apenas São Paulo recebeu proporcionalmente menos doses da Pfizer em relação à última remessa.

Os dados são do próprio Ministério da Saúde.

Nesta quarta (4), o secretário-executivo Rodrigo Cruz disse em coletiva de imprensa que o “percentual de doses [para cada estado] evolui na medida em que a gente evolui no nosso Programa Nacional de Imunização”.

Pelos dados do consórcio de veículos de imprensa, os estados que lideram o ranking de vacinação com a 1ª dose hoje são São Paulo (58%), Rio Grande do Sul (55%), Mato Grosso do Sul (51%), Paraná (50,67%) e Santa Catarina (50,58%).

O Antagonista consultou as pautas das duas últimas entregas de vacinas da Pfizer aos estados.

A mais recente é a 34ª pauta, aprovada ontem (3). É ela que foi objeto de reclamação nesta quarta (4) do governador João Doria (PSDB). São Paulo vai receber 228.150 de um total de 2.106.000 doses, ou seja, cerca de 10,8% do total.

Reprodução/Ministério da Saúde
O texto informa: “Foram descontadas 57.396 doses de SP referente a 33ª Pauta”.

Na 33ª pauta de entregas, aprovada na sexta passada (30), o governo federal distribuiu 3,6 milhões de doses da vacina da Pfizer e 2,9 milhões da Coronavac.

Reprodução/Ministério da Saúde
No texto de uma das tabelas da 33ª pauta, consta: “O estado de SP retirou 57.396 doses a mais que serão descontadas na próxima pauta”. Essa anotação aparece na tabela da Coronavac. Ou seja: São Paulo ‘sacou’ doses a mais de Coronavac e está pagando o troco em Pfizer.

Tem mais. Nessa distribuição da Pfizer na semana passada, de 3,6 milhões de doses, os percentuais dos estados que lideram a vacinação hoje foram os seguintes: São Paulo recebeu 20,1%; o Rio Grande do Sul, 4,5%; Mato Grosso do Sul recebeu 1,1%; o Paraná recebeu 4,9%; e Santa Catarina recebeu 3,3%.

Para os outros quatro estados, a proporção de vacinas cresceu na última pauta: serão 5,9% para o Rio Grande do Sul; o Mato Grosso do Sul vai receber 2,1% da remessa; o Paraná vai ficar com 6,1% e Santa Catarina verá sua fatia aumentada para 4,1%. Apenas a fatia de São Paulo caiu, de 20,1% para 10,8%.

A vacina da Pfizer é a única até agora autorizada no Brasil para aplicação em adolescentes. Doria planeja vacinar os adolescentes a partir de 18 de agosto.

Leia mais:

Nº 2 da Saúde responde a Doria e diz que percentual de doses “evolui”

Doria: Ministério da Saúde enviou ontem apenas 50% das vacinas da Pfizer que deveria para SP

Jair Maria Antonieta Bolsonaro contra os paulistas

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO