Do vermelho para o azul

“Vamos tirar o Brasil do vermelho para voltar a crescer”.

É o lema da campanha publicitária do governo que, a partir de hoje, será veiculada em jornais, na TV e na internet (não, não em O Antagonista, porque recusamos propaganda estatal).

O anúncio diz que “equilibrar as contas públicas é mais do que necessário” para “nunca mais ter pedaladas”, “para nunca mais ter R$ 170 bilhões de contas públicas no vermelho” e para “definitivamente nunca mais ter 12 milhões de desempregados”.

Além disso, o anúncio denuncia os empréstimos do BNDES para outros países e os prejuízos “bilionários” na Petrobras e na Eletrobras.

Dilma Rousseff e o PT não são mencionados, mas todos os brasileiros, é claro, sabem quem são os vermelhos.

Faça o primeiro comentário