ACESSE

Dodge: Constituição aboliu sistema no qual Judiciário julgava e acusava

Telegram

Dias depois de seu encontro amistoso com Dias Toffoli, Raquel Dodge defendeu enfaticamente a prerrogativa do Ministério Público para investigar e acusar, conforme prevê a Constituição, informa o Estadão.

A PGR falou ontem (24) durante a cerimônia de posse de Paulo César dos Passos, de Mato Grosso, como novo presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais.

Dodge voltou a dizer que a Constituição “aboliu o sistema inquisitorial segundo o qual o Judiciário acumulava a função de julgar e acusar”.

E acrescentou que “o juiz não mais interfere na produção de prova nem tem a função própria nas fases investigatória e acusatória”.

São os mesmos argumentos que a PGR usou para pedir o arquivamento do “inquérito sigiloso” aberto por Toffoli, no qual se baseou a censura a Crusoé e O Antagonista.

Censura à Crusoé: é uma "mordaça". CONFIRA AGORA

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 55 comentários