ACESSE

Dodge denuncia Collor por peculato

Telegram

Raquel Dodge apresentou hoje denúncia contra Fernando Collor por peculato. Acusou o senador de atuar junto à BR Distribuidora para que firmasse contratos em 2010 com uma usina de açúcar e etanol de seu amigo e aliado político João Lyra.

A PGR diz ter provas de que os contratos, fechados rapidamente, de forma “atípica e excepcional” — renderam ao empresário R$ 240 milhões — na época, segundo o órgão, a Laginha Agro Industrial estava muito endividada.

“Pelas circunstâncias em que foram celebrados e executados, conclui-se que os negócios jurídicos firmados, e de alto risco para a BR Distribuidora S.A. eram, na verdade, espécie de instrumento para a apropriação e o desvio de recursos em proveito da Laginha Agro Industrial S.A e de seu proprietário João Lyra, graças à participação delituosa do senador da República Fernando Collor de Mello”, diz trecho da denúncia.

MORO PERDEU UMA BATALHA EM BRASÍLIA. PERDERÁ A GUERRA? Leia mais

Comentários

  • Rafael -

    Afinal, que fim teve o Collor nesse período de sua licença?

  • Biofeminista -

    É impressão minha ou a Dodge de Coleira está se dedicando a aparar arestas da Era Janot, mas com cuidado para não mexer na base de apoio ao governo?

  • Edson -

    Collor, assim como Renan é inimputável no STF.

Ler 27 comentários