ACESSE

Dodge pede mais 5 inquéritos sobre Temer

Telegram

Na denúncia contra Michel Temer no caso dos portos, Raquel Dodge pediu a abertura de mais cinco inquéritos sobre o presidente por fatos investigados que ficaram fora da acusação principal (propina da Rodrimar em troca de um decreto em 2017).

Em resumo, são cinco suspeitas ligadas ao emedebista:

  • lavagem de dinheiro na reforma da casa da filha Maristela em São Paulo;
  • recebimento de propina de R$ 1,1 milhão em 2014 por contrato na Eletronuclear;
  • superfaturamento de R$ 100 milhões em obras da Argeplan, ligada a Temer, para o TJ-SP;
  • contrato fictício da Argeplan no porto de Santos por R$ 375 mil;
  • contrato da Argeplan de R$ 15,5 milhões com a Fibria e de por R$ 17,7 mi com a Construbase.
A procuradora-geral da República pediu que as novas investigações sejam abertas na primeira instância da Justiça em São Paulo e no Rio de Janeiro em 2019, quando o presidente perde o foro privilegiado e pode ser processado sem necessidade de aval da Câmara.

Quer mais exemplos de tentativas de minar os avanços da Lava Jato? LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários