Dodge recorre da anulação de buscas no apartamento de Gleisi

Telegram

Raquel Dodge recorreu de decisão da Segunda Turma do STF que invalidou provas obtidas em busca e apreensão no apartamento funcional de Gleisi Hoffmann, em junho de 2016.

A busca foi feita no âmbito da Operação Custo Brasil, desdobramento da Lava Jato em São Paulo, cujo alvo era Paulo Bernardo, marido da senadora.

No final de junho, a maioria da Segundona seguiu o voto do relator do caso –Dias Toffoli– e reconheceu a ilicitude de eventuais provas obtidas no apartamento.

Comentários

  • Alexandre -

    Voto Bolsonaro também contra esse stfzinho de bosta....aparelhamento comunista em nossa Pátria. Estupram nossa justiça diariamente esses pulhas......

  • Sérgio -

    Se você mata uma pessoa, e esconde o corpo dentro do apartamento de seu cúmplice, um deputado federal, não haveria um cadaver ... Portanto, não haveria crime! Essa é a lógica do privilégio de f

  • CWB -

    Se CÁRMEM LÚCIA estiver do nosso lado, tem que repetir a “estratégia” do Lewandowski, pedindo vista e enviar para o pleno do STF.

Ler 32 comentários