Doleiro descreve emissário dos R$ 2 milhões de Palocci

O Estadão reproduz novo termo de depoimento do doleiro Alberto Youssef, em que ele detalha à Polícia Federal as circunstâncias do pagamento dos R$ 2 milhões que Antonio Palocci pediu para a campanha de Dilma em 2010.

Yousseff contou que esteve no Hotel Blue Tree, em São Paulo, na Faria Lima, onde entregou o dinheiro em cash a um emissário “de pele branca, estatura média alta”, acima de 1m71 com “barriga saliente”.

A descrição, segundo a PF, bate com a de Charles Capella de Abreu, confirmando reportagem da Veja.