Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Doleiro foragido manteve oito contas no exterior em quatro países, diz Lava Jato

Documentos de investigações da Lava Jato apontam que Rodrigo Tacla Durán manteve oito contas em nome de empresas offshore em quatro países (Antígua, Espanha, Suíça e Cingapura) e movimentou cerca de R$ 1,8 bilhão para lavagem de dinheiro.

Segundo O Globo, os documentos eram inéditos e foram tornados públicos nesta semana, por decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba. Eles também apontam suspeitas de que Tacla Durán tenha adulterado documentos para enganar autoridades no exterior.

Na semana passada, Augusto Aras desengavetou o acordo de delação premiada com o doleiro foragido, para tentar atingir Sergio Moro.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO