Domingão do Huck

Telegram

Luciano Huck e Angélica apareceram no Faustão há pouco.

Entrevistado pelo apresentador do programa de entretenimento dominical, Huck disse que, no momento, descarta a candidatura ao Planalto. Mas deixou claro que esse é seu posicionamento hoje, 7 de janeiro de 2018.

Ao lado da mulher, Huck discorreu sobre política, corrupção, falou do movimento Agora! e defendeu que cada brasileiro tem de “fazer a sua parte”.

Ele também disse que “não dá para falar em meritocracia quando os pontos de partida são diferentes”.

Comentários

  • João -

    O principal de seu argumento é uma verdade intrínseca: que só haverá renovação (nem toda renovação é necessariamente boa, mas considerando-se o que existe hoje, qualquer outra coisa tende a ser bem melhor, sem dúvidas...) na política se pessoas de fora dela se apresentarem... Só pessoas com prestígio e popularidade podem ousar furar o cerco dos atuais partidos, basicamente todos eles envolvidos pelo continuísmo, razão de sua existência. O que compete ao Luciano é demonstrar que tipo de patologia (pode ser um toque do bem) o leva a abandonar o certo pelo duvidoso, já imaginando aqui que ele falará que quer um país melhor para seus filhos... O bla-bla-blá de sempre.

  • Rodrigo -

    Pontos de partida diferentes? Que tal ele doar sua fortuna então para aplainar a linha de largada? Discursinho igual ao do PT. O que é preciso mudar, mesmo, para que exista meritocracia no Brasil são as regras da competição, mas nisso ele promete não mexer.

  • Fernando -

    Essa aparição do apresentador Huck no programa do Faustão deve ter algum objetivo político. NADA acontece de GRAÇA na Globo. Portanto, fiquemos(eleitores) atentos para próximos capítulos desta trama global. Como disse o PR "não existe almoço de graça"!

Ler 129 comentários