Dono de cartório defende registro da mansão de Flávio fora de Brasília

Dono de cartório defende registro da mansão de Flávio fora de Brasília
Mansão de Flávio Bolsonaro em Brasília (Adriano Machado/O Antagonista)

O titular do cartório da cidade-satélite de Brazlândia, Allan Nunes Guerra, que assinou a escritura da mansão de Flávio Bolsonaro, defendeu o registro do documento fora de Brasília, onde está localizado o imóvel.

“O correspondente bancário que cuidou do processo escolheu o cartório de Brazlândia. Não foi o senador quhttps://www.oantagonista.com/wp-admin/post.php?post=517687&action=edite escolheu. E o correspondente bancário escolheu o de Brazlândia porque ele é muito bom, ágil e com procedimentos eletrônicos”, disse Guerra ao Correio Braziliense.

O cartório fica a 45 quilômetros do centro de Brasília e a 62 quilômetros da nova residência do senador. A compra do imóvel, por R$ 6 milhões, foi revelada nesta semana por O Antagonista.

Como mostramos nesta semana, Guerra comunicou o negócio à Receita e ao Coaf. Desde o ano passado, conforme decisão do CNJ, todos registradores e notários são obrigados a comunicar ao Coaf transações envolvendo políticos e familiares.

Leia mais: Pois é, nada mudou da esquerda para a direita.
Mais notícias
TOPO