ACESSE

Dono da Dolly solto mas com restrições

Telegram

Laerte Codonho, o dono da Dolly, foi solto na noite de ontem mas terá restrições.

Ele precisará se apresentar à Justiça todo mês e não poderá entrar em contato com outros investigados – o ex-gerente financeiro da empresa, César Requena Mazzi, e o ex-contador da fabricante, Rogério Raucci. Codonho também não poderá sair de casa aos finais de semana.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários