Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Doria chama de "gravíssimo erro" requisição do Ministério da Saúde de insumos do 'kit intubação'

Doria chama de “gravíssimo erro” requisição do Ministério da Saúde de insumos do kit intubação
Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/YouTube

João Doria voltou a criticar nesta quarta (14) o Ministério da Saúde pela escassez de remédios para o ‘kit intubação’.

“Um gravíssimo erro do Ministério da Saúde de confiscar a produção de insumos das empresas brasileiras que produzem os medicamentos necessários para a intubação. Gravíssimo erro do Ministério da Saúde, realizado ainda durante a gestão do antecessor do atual ministro Marcelo Queiroga, mas que ainda não foi suspenso”, disse o governador, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

“O fato é que nenhum governo de estado, nenhuma prefeitura municipal, nenhum hospital privado pode adquirir insumos para intubação de empresas brasileiras porque elas receberam o confisco, o sequestro, pelo governo federal, que por sua vez entregou uma quantidade mínima, inexpressiva, para estados e municípios dos insumos que estavam sendo comprados”, acrescentou Doria.

Em março, a pasta ainda chefiada por Eduardo Pazuello determinou a requisição administrativa dos medicamentos do ‘kit intubação’. A medida foi critica em ofício enviado a Queiroga e assinado pelo secretário de Saúde estadual de São Paulo, Jean Gorinchteyn.

Leia tambémDoria cobra Ministério da Saúde por baixo estoque de ‘kit intubação’

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO