ACESSE

Doria demite chefe de gabinete da Comunicação após vazamento de áudio

Telegram

João Doria demitiu o chefe de gabinete de sua Secretaria Especial de Comunicação, Lucas Tavares, após o vazamento de áudio de uma reunião, informa o Estadão.

No áudio, Tavares admite atuar para dificultar o cumprimento da Lei de Acesso à Informação. Afirma que, dentro do que for “formal e legal”, vai “botar pra dificultar” e que, se a resposta demorar a chegar, o jornalista vai “desistir da matéria”.

“[Tavares] falou o que não devia e agiu como não deveria”, disse o prefeito de São Paulo, que mais cedo alegara não haver orientação para os servidores agirem dessa maneira.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários