Doria: “Enquanto os grevistas dormem, eu acordo cedo e trabalho”

Os quadrilheiros da CUT pretendiam impedir João Doria de chegar ao trabalho.

O plano, segundo a Folha de S. Paulo, era fazer uma barreira na 14 Bis, por volta das 6h30 da manhã.

João Doria, porém, saiu de casa às 6 horas e chegou ao gabinete da prefeitura sem problemas.

Ele disse para a reportagem:

“Eu acordo mais cedo do que sindicalista. Enquanto os grevistas dormem, eu acordo cedo e trabalho”.

200