Doria faz ofensiva para expulsar Aécio do PSDB e receber parte do DEM

Doria faz ofensiva para expulsar Aécio do PSDB e receber parte do DEM
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Em jantar com a cúpula tucana na noite desta segunda-feira (8) no Palácio dos Bandeirantes, João Doria irá colocar na mesa a proposta de expurgar o PSDB do grupo de Aécio Neves e de absorver dissidentes do DEM ligados a Rodrigo Maia, informa a Folha.

O ex-governador de Minas, hoje deputado federal, é visto pelo entorno de Doria como o motor do governismo latente no partido — boa parte dos tucanos apoiou Arthur Lira, candidato de Jair Bolsonaro à presidência da Câmara.

Não menos importante, Aécio é considerado o principal obstáculo interno para a candidatura presidencial de Doria em 2022.

Segundo o jornal paulistano, “a contrariedade com o mineiro é partilhada pela ala histórica do partido, a velha guarda liderada por Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente e outros integrantes do grupo, como o senador José Serra (SP) e o ex-senador Aloysio Nunes Ferreira (SP), foram convidados para o jantar”.

No domingo (7), o governador paulista recebeu Maia e o vice-governador do estado, Rodrigo Garcia, que também é do DEM. Ambos foram convidados a integrar o PSDB, como o próprio Doria confirmou hoje.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO