Doria nega interesses eleitorais em restrições pós-segundo turno

Doria nega interesses eleitorais em restrições pós-segundo turno
Foto: Governo do Estado de São Paulo

João Doria, acredite se quiser, negou ter atrasado a atualização do Plano São Paulo devido ao pleito municipal. Seu governo anunciou oficialmente o enrijecimento das medidas contra a Covid-19 no estado nesta segunda-feira, 30, um dia após a reeleição de Bruno Covas para a prefeitura paulistana.

“O governo do estado de São Paulo não tem, não teve e não terá nenhum interesse em transformar medidas de ordem de saúde em medidas políticas ou eleitorais. As decisões são tomadas e amparadas pelo que a ciência nos determina”, disse o governador tucano.

Duas semanas atrás, Doria estava dizendo que os rumores de restrições pós-eleição eram “fake news”. Mas, claro, foi tudo apenas ciência –e coincidência.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
TOPO