Doria: toque de recolher em SP vale a partir de segunda (25)

Doria: toque de recolher em SP vale a partir de segunda (25)
Reprodução/Governo do Estado de São Paulo/YouTube

João Doria anunciou nesta sexta (22) que as novas restrições do Plano São Paulo vão entrar em vigor a partir de segunda-feira (25) e valem até 7 de fevereiro. Inicialmente, a ideia era começar hoje.

O estado vai entrar em fase vermelha entre 20h e 6h, todos os dias da semana. Nos fins de semana de 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, a fase vermelha valerá o dia inteiro.

Nessa fase, quase todas as atividades são proibidas.

Devem ficar fechados, nos horários de fase vermelha: shoppings, comércios de rua, academias, restaurantes, bares, salões de beleza, barbearias e academias. Também são proibidas todas as atividades que geram aglomeração.

Nenhuma regional de saúde do estado será classificada nas fases amarela ou verde até 8 de fevereiro.

Em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, o governador anunciou também a suspensão da obrigatoriedade da presença física de alunos nas fases vermelha e laranja do Plano São Paulo.

O início das aulas na rede estadual foi adiado para 8 de fevereiro.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, disse que se as medidas não fossem tomadas o sistema de saúde sofreria risco de colapso nos próximos 28 dias.

Doria destacou que as doses de vacinas no Brasil ainda são poucas e a vacinação não é suficiente até o momento para combater a pandemia.

O governador anunciou a reabertura do hospital de campanha de Heliópolis, com 24 leitos de UTI, e a reativação de outros leitos no estado, para enfrentar a segunda onda. “Este conjunto de medidas vai reforçar o sistema de saúde”, afirmou.

Doria criticou o comportamento de brasileiros que participaram de aglomerações e estão deixando de usar máscaras.

João Gabbardo, coordenador executivo do centro de contingência contra a Covid-199, disse que hoje a doença mata uma pessoa no estado a cada seis minutos, e pediu à população que siga o isolamento desde já, em vez de esperar a segunda-feira.

O governador relembrou que a Anvisa se reúne logo mais, às 15h, para decidir sobre o pedido de uso emergencial de um segundo lote da Coronavac.

Leia mais: Enquanto Brasília faz tudo errado, a Crusoé continuará fazendo o certo: fiscalizando o poder.
Mais notícias
Mais lidas
  1. Moro: "Para a frustração dos corruptos e de seus amigos"

  2. "Lockdown imediato, nacional, de 21 dias"

  3. "Mãe"

  4. Mandetta 2022

  5. Vaza, Guedes

Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 93 comentários
TOPO