Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"Dose de reforço é estratégia para barrar nova onda", diz secretária do Ministério da Saúde

Rosana Leite de Melo avalia que o país dificilmente terá um cenário de aumento de casos e mortes com a ampliação da imunização contra a Covid
“Dose de reforço é estratégia para barrar nova onda”, diz secretária do Ministério da Saúde
Foto: Iza Rocha/Hospital Regional do MS

A secretária extraordinária de Enfrentamento da Covid do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo (foto), disse à Folha que a aplicação da dose de reforço da vacina contra o novo coronavírus “é uma estratégia para barrar uma possível nova onda” da doença no país.

A secretária avalia que o Brasil dificilmente terá um cenário de aumento de casos e mortes, como ocorre atualmente na Europa, com a ampliação da imunização. Como mostramos, na última terça (16), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que todos os maiores de 18 anos deverão tomar uma dose de reforço cinco meses depois da 2ª dose.

Ao ser questionada sobre as ações da pasta diante de uma possível piora dos índices da pandemia no país, Rosana Leite de Melo respondeu:

“O Ministério da Saúde está sempre atento, temos reuniões praticamente diárias com monitoramento não só do que acontece aqui no nosso país, mas internacionalmente. E a partir daí, sim, com muita prudência estaremos nos preparando se porventura ocorrer outra onda.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO