E a sanha foi aplacada?

A Operação Zelotes já descobriu que Eduardo Valadão, que arrolou Dilma como sua testemunha, tinha a função de intermediar pagamentos a parlamentares.

Para a PF, isso ficou demonstrado numa troca de e-mails em que Valadão e o ex-conselheiro do Carf José Ricardo da Silva discutem sobre como “aplacar a sanha de cobrança dos políticos” envolvidos na aprovação da Medida Provisória 471.

“Não consegui falar com os parlamentares. Quando eu voltar, diga a eles que faremos toda a prestação de contas com os devidos acertos com diferenças a serem repassadas. Sobre os pagamentos, não é conveniente que os acertos sejam feitos sempre de imediato, já que as receitas e as retiradas devem obedecer um fluxo normal, pertinente com as atividades do escritório. Caso contrário, as prestações de serviços serão de difícil justificativa”, explicou José Ricardo ao sócio.

A PF pode perguntar a Dilma se a sanha foi aplacada.