Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

E a sua ética, Lira?

Presidente da Câmara, que mentiu ontem para manipular a votação da PEC 05, se acha em condições de cobrar a aprovação de um código de ética do MP
E a sua ética, Lira?
Reprodução/TV Câmara/YouTube

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que mentiu ontem em plenário para tentar manipular a votação da PEC da Vingança, se acha em condições de cobrar a aprovação de um código de ética do Ministério Público. Em entrevista à Globo News, ele disse que tem votos suficientes para aprovar a proposta, embora a votação tenha sido adiada para a próxima terça-feira.

“O MP é a única entidade do Brasil que não tem um código de ética”, diz. “Ele fiscaliza todo mundo, mas não tem o seu próprio código de ética. Então não é possível que alguns atos de abuso ou exceções que aconteceram o tempo todo no Ministério Público não tenham suas análises de maneira mais efetiva no CNMP. Isso é uma discussão antiga.”

“Não é possível que aqueles que fiscalizem não tenham ninguém para fiscalizar. Isso é inadmissível”, acrescentou o deputado, que foi alvo de investigações por corrupção, formação de quadrilha e peculato.

Lira insistiu que o texto que chegou ontem a plenário foi negociado com integrantes do MP. As entidades, por sua vez, negaram qualquer acordo com Lira sobre o conteúdo da PEC.

“Agora, afirmo, e tenho 200 testemunhas e foi feito sim um acordo nos pontos que eles solicitaram”, afirmou Lira.

Leia também: Lira quebrou o decoro parlamentar?

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO