“É absolutamente proibido fazer proselitismo político nas Forças Armadas”

A Folha perguntou ao comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, se o início do governo Jair Bolsonaro, com a presença de militares no primeiro escalão, causa preocupação quanto à disciplina e a à hierarquia nas tropas.

O general disse que esse risco, se existisse, era “mínimo” e estaria restrito a um caso isolado.

Ele acrescentou que é “absolutamente proibido fazer proselitismo político” nas fileiras das Forças Armadas e que elas estão “extremamente disciplinadas” e coesas.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 42 comentários
  1. A pergunta do jornalista da foia é muito jegue. O que uma coisa tem a ver com a outra? Os militares no governo, inclusive Bolsonaro, são da reserva do EB. Apenas Bolsonaro é cmte em chefe das forç

  2. As forças armadas ODEIAM o comunismo e o socialismo, pois sempre foi a tradição delas desde o golpe de 1889! Nossas FFAA, por tradição, são conservadoras e positivitas. Isso evita o aparelhament

  3. É isso aí General. o povo não precisa saber o que “pensam” os comandantes deste país ,o Capitão Bolsonaro e os comandantes Militares, sabem exatamente o que deve ser feito!

  4. FSP acabou!! Trabalho em condomínio e sei exatamente do que estou falando. Alguns meses atrás esse jornal esquerdista chegava recheado de paginas, e muitos assinantes, hoje.. sinceramente, acabou!!!

  5. Se os militares das FA’s fossem suscetíveis à doutrinação, alguém acha que eles teriam resistido à 20 anos de governos das esquerdalhas? Academias militares não são universidades públicas.

  6. Antigamente o Antagonista era autêntico. Passado centenas de anos depois suas fontes passaram ser O G Lobo, A Foice de São Paulo, Estacão. Sem dizer da Cruzoé que fica levantando a bola de Barroso

    1. Concordo Mariana. Mas como dizia D.Pedro II, imprensa se combate com mais imprensa. O Antagonista virou esse lixo e deixou espaço para surgir um portal novo com credibilidade.

    2. Concordo. Virou mera reprodução do que os outros jornais publicam…. e pior, péssimos jornais. Ainda acesso para ler os comentários, e só.

    1. Inocente Vagner escrever o que ja se lê nos sites MAÇONICOS pra que? Estas constatações que ja fiz em inúmeros testemunhos e pessoalmente só ganharao corpo com mais cristãos honestos atuando BR

    2. Rumanetto, escreva um livro contanto tudo o que você diz, com tanta convicção, sobre a relação das promoções nas forças armadas e a maçonaria, creio que um grande sucesso editorial. Forza Rum

  7. E alguém, em sua sã consciência, acha que o General irá assumir publicamente que as FFAA estão atentas aos fatos políticos e prontas para agir na manutenção da Lei, Ordem e Estado Democrático

    1. Realmente está um saco isso… eu venho aqui e só me deparo com a Folha publicou isso, o globo disse aquilo, o estadão escreveu acolá etc.

  8. É a folha querendo iniciar a desordem nas fileiras das FFAA, nunca conseguirão, somos patriotas, republicanos e democratas, 1º a constituição, as leis e a família, a politica, fica em último

  9. Administração Pública não é fazer Política. Dentro da Caserna não se faz política OK. Mas o militar é um cidadão que como tal vota, paga impostos e usa serviços públicos.

  10. A Folha de São Paulo escondeu a informação de que o PT lançou uma Cartilha dizendo que o próximo governo petista deverá adotar critérios ideológicos na promoção de oficias nas Forças Armada

  11. O PT lançou um documento oficial dizendo que o próximo governo petista deverá adotar critérios políticos e ideológicos na promoção de oficiais nas Forças Armadas. A Folha esconde isso. Gental

    1. Avisem a Foice de SP que quem quebrou o pais foram os queridinhos Comunas de Estimação dela. O governo foi eleito de forma democrática e tem militares capacitados. Apenas isso.