E agora, Cármen Lúcia?

E agora, Cármen Lúcia?
Foto: Rosinei Coutinho/STF

Cármen Lúcia já leu a Crusoé?

Ela pediu esclarecimentos à Abin sobre os relatórios clandestinos fabricados por arapongas bolsonaristas para salvar Flávio Bolsonaro do inquérito da rachadinha.

Alexandre Ramagem respondeu que a Abin “não emitiu relatórios de inteligência” para a defesa de Flávio ou “qualquer documento relacionado ao tema”.

Agora a Crusoé revela que Alexandre Ramagem enviou pessoalmente os relatórios a Flávio Bolsonaro, por WhatsApp. Mais ainda: a reportagem revela que há uma central bolsonarista dentro da Abin, uma Abin paralela, uma Abin do B.

Como é que o STF pretende reagir ao Abingate?

Leia mais: Crusoé mostra como a corte do STF volta a ser palco de troca de farpas entre ministros, intrigas e até ameaças após o julgamento da reeleição no Congresso.
Mais notícias
TOPO