É campanha, meu!

O Estadão diz que São Paulo precisaria de ao menos R$ 29,6 bilhões em caixa para colocar em prática as principais propostas apresentadas pelos candidatos a prefeito.

Congelar a tarifa do transporte público em R$ 3,80 pelos quatro anos de mandato, construir 100 quilômetros de corredores de ônibus, oferecer escola integral a 100 mil crianças e contratar 2 mil médicos são algumas das promessas irrealizáveis alardeadas na campanha.

Estão espantados com tantas mentiras? Não deveriam.

Faça o primeiro comentário