Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"É como se tivessem raiva das pessoas que morreram"

“É como se tivessem raiva das pessoas que morreram”
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Jair Bolsonaro “teve uma condução desastrosa”, disse Luiz Henrique Mandetta, a propósito do enfrentamento da Covid-19.

Em entrevista para O Globo, ele disse também:

“O número de mortes fala por si. A desautorização do ministro em público, ‘manda quem pode e obedece quem tem juízo’; o ‘e daí?’; ‘não sou coveiro’; ‘gripezinha’; ‘está no final’. Está no final nada. Se teve alguma coisa digna de nota eu não saberia te citar. Nós conseguimos ativar a indústria brasileira de respiradores, foi uma coisa que conseguimos fazer quando eu estava lá, conseguimos abrir 15 mil leitos de UTI, que é uma coisa positiva. Agora, eles deixaram 7 milhões de kits no almoxarifado. O governo federal deixou as pessoas à própria sorte. Não vi nem sequer se solidarizar com quem perdeu um membro da família. É quase como se tivessem raiva das pessoas que morreram. Quem morreu é culpado.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO