É degradante

Ontem, Waldir Maranhão visitou Eduardo Cunha.

Ter de cobrir as andanças desse Waldir Maranhão é um dos aspectos degradantes do jornalismo.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 31 comentários
  1. Mas o foro privilegiado tem funcionado para acobertar o mais diversos comportamentos abusivos, tornando membros do legislativo e executivo imunes à ação do Judiciário. Para não ir longe, façamos uma rápida reflexão sobre o caso de Ranan!

  2. O Brasil hoje vive sob uma ditadura de toga. A única coisa que pode acontecer agora é os deputados e senadores entenderem isso e começarem a colocar limites muito claros ao Supremo através de emendas à Constituição. Por incrível que pareça um dos poucos que parecia entender isso era Cunha, quando deu prioridade à “PEC da bengala” e evitou que o PT avacalhasse ainda mais o Supremo.

  3. O STF já destruiu a separação dos 3 poderes há muito tempo. Recebem muito bem enquanto fazem isso, embora não estejam sendo pagos, originalmente, para isso. Traidores da pátria.

  4. Pergunto ao Ministro Teori Zavascki. E no caso de Ministro que esta votando a favor de um partido por ter compromisso com ele, ou seja um comportamento abusivo. Como fica. O Congresso pode interferir no Supremo?

  5. Teori está tentando florear o cometimento de uma ilegalidade. Sabe que está agindo contra a lei (em sentido lato). É um absurdo. A sociedade não pode à mercê da subjetividade de um juiz. Hoje, a decisão pode a agradar. Amanhã… Todas estas causas envolvendo interesses de políticos, ministros, partidos, etc, fez com que o Direito se distanciasse de suas normas e princípios basilares. Devemos, portanto, clamar pela volta da aplicação do bom Direito, ainda que o resultado disso, no tempo atual, venha a nos desagradar… O importante é que não perder o foco e pensar a médio e longo prazo também.

  6. Completando… A REDE está com Marco Aurélio de Mello e Lewandowiski… Eita… Coisa boa não é.

  7. Temos visto o STF agir livremente para acobertar dezenas de crimes de Lula , Dilma e Renan Calheiros … Quem atua nesse caso para enquadrar o STF ??

  8. Repito: é malabarismo do Zavascki. A ação do Judiciário (STF!!) está acobertando comportamentos abusivos de vários parlamentares, enquanto pega no pé do Cunha. Justificativa capenga, não me convence. O STF está atropelando o legislativo de forma inconstitucional, sim. Só falta arrumarem uma para derrubar o impeachment.

  9. Barroso e seus familiares empreendedores, quando o Supremo vai falar sobre o assunto. Tem que fazer uma faxina interna. Como ele vai votar? Quanta bagunça ele já fez. Agora está quietinho, mas outras bocas estão agindo.

  10. Estão institucionalizando a mais completa ditadura da toga. A caneta de um juiz pode tudo. Poder ilimitado aos juízes. Hoje, um duro golpe foi dado ao Estado de Direito Democrático. A Constituição não vale mais. Imaginem só os juízes e tribunais trabalhistas, cíveis, criminais daquie em diante. Ninguém mais está seguro. A lei é o que a caneta do juiz disser.

  11. Mercadante, Lula e Dilma tentaram obstruir a justiça Teori, o que você tem a dizer ao Brasil sobre eles Teori?

  12. Adoro quando os ministros começam a ter interpretações relativas para justificar seus pontos de vista. Hj ele acha isso de Cunha mas uma vez quebrado o limite institucional, abre uma avenida pro stf cassar o mandato de quem quer que seja. Aliás, a mesma interpretação deveria valer para Lula, Dilma e Renan….para esses, Teori sentou em cima dos processos.

  13. As falas do Teori só se aplicam ao Cunha? Não dá para aceitar a aplicação das leis seletiva Teori!

  14. Bastante perigoso o precedente, fazendo valer o império da lei para os desafetos, mas não para os demais. Império da lei é obedecer a constituição e manter a independência dos poderes. O resto é Venezuela.

  15. “Com a finalidade de obstar que o exercício abusivodas prerrogativas estatais possa conduzir a práticas que transgridam o regime das liberdades públicas e que sufoquem, pela opressão do poder, os direitos e garantias individuais, atribuiu-se, ao PoderJudiciário, a função eminente de controlar os excessos cometidos por qualquer das esferas governamentais, inclusive aqueles praticados por Comissão Parlamentar de Inquérito, quando incidir em abuso de poder ou em desvios inconstitucionais, no desempenho de sua competência investigatória”, diz Teori, ainda citando decisão anterior do ministro Cel

  16. “A Constituição não diferencia o parlamentar para privilegiá-lo. […] Afinal, o que se garante é a imunidade, não a impunidade. Essa é incompatível com a Democracia, com a República e com o próprio princípio do Estado de Direito”, diz Teori, citando decisão anterior da ministra do STF Carmen Lúcia.

  17. Ninguém disse ou afirmou que um deputado federal não “está suscetível” a ser julgado pelo STF. O que se diz é o que estabelece o VI do artigo 55 da Constituição da República Federativa do Brasil.

  18. Decisão de Teori Zavascki sobre Cunha pode ter desarmado uma bomba da Rede, de Marina Silva, Lewandowski e Marco Aurélio Mello contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ação da REDE anularia TUDO que Cunha fez na presidência da Câmara, incluindo a denúncia contra Dilma.

  19. Para quem está aplaudindo a suspensão do mandato do Cunha: https://www.youtube.com/watch?v=onoXvtgak1g A cassação do Cunha é um golpe.

  20. Zavaski não convence ninguém, e pior: o elemento continua cativo do PT … Esse negócio de “fazer ” uma lei para Cunha e outra para Lula e Dilma só faz evidenciar o quão perigoso esse elemento é, em estando com a caneta de ministro da corte. Atenção a isso, porque o Brasil ainda vai sofrer nas mãos desses golpistas de toga.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.