Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"É difícil que um prefeito denuncie", diz Ganime, sobre corrupção em emendas

O deputado do Novo comentou, em entrevista ao Papo Antagonista, relatos sobre como funcionam esquemas envolvendo emendas parlamentares
“É difícil que um prefeito denuncie”, diz Ganime, sobre corrupção em emendas
Reprodução/O Antagonista/YouTube

Em entrevista ao Papo Antagonista, o deputado Paulo Ganime (Novo-RJ) comentou a revelação que fez ao site com exclusividade sobre já ter ouvido relatos de relatos de prefeitos e parlamentares a respeito da exigência de até 15% de propina em repasses de emendas parlamentares.

Ganime (foto) afirmou que não se referiu a um episódio específico e que a prática é comum no Congresso. Segundo ele, as emendas de relator criaram mais espaço para a corrupção.

O que eu relatei foi só o que a gente ouve. São relatos de assessores, prefeitos. Na minha opinião, inclusive, não é nada novo. O que eu estava trazendo é que o fato de que as emendas impositivas já existiam e estavam dentro lei não diminuia a possibilidade de isso acontecer. Com a emenda de relator, aumentou muito a possibilidade. Primeiro, pelo volume. E, segundo, porque essas emendas não tem carimbo.”

O parlamentar disse que não denunciou a prática porque não tem provas concretas.

“A gente sempre pergunta por que não teve denúncia. Mas, dentro da política, tem sempre um receio dos próprios políticos entrarem nesse tipo de disputa. Eu não falo por mim não. Se isso acontecesse diretamente comigo e eu tivesse provas, eu iria denunciar. Mas é muito difícil que um prefeito faça esse tipo de denúncia.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....