Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"É equivocado dizer que não há risco", diz Renan Filho, sobre 7 de setembro

Governador de Alagoas não vê chance de golpe, mas também não despreza risco de violência nos protestos convocados por Jair Bolsonaro
“É equivocado dizer que não há risco”, diz Renan Filho, sobre 7 de setembro
Foto: Márcio Ferreira/Agência Alagoas

O governador de Alagoas, Renan Filho, disse ao Globo que, neste ano, já abriu procedimentos disciplinares contra PMs que se manifestaram politicamente contra e a favor do governo Bolsonaro. E vê risco político nas manifestações do 7 se setembro, após escalada dos ataques do presidente.

“É equivocado dizer que não há risco politicamente. É óbvio que há risco. O presidente faz ameaças todos os dias. O ato de 7 de setembro parece ser um pouco mais do que já vimos até agora, com uma temática de desmoralização das eleições, ataque ao STF e a democracia. Não acredito que Bolsonaro goze de condições para dar golpe. Não tem apoio internacional e a popularidade está baixa. Mas o risco de uma tentativa é grande. Pode haver no dia 7 um grupo que entre no STF, umas 50 a 200 pessoas. Mas pode não ser bem sucedido. Não sinto nas Forças Armadas a disposição de comandar o país, não há um projeto nacional. Mas não significa que não há risco. Dizer que não há risco é subestimar muito.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....