"É impressionante como o governo não conseguiu pautar ainda esse debate"

“É impressionante como o governo não conseguiu pautar ainda esse debate”
Foto: Divulgação/Agência Senado

Enquanto o governo vai adiando uma definição sobre o Renda Brasil (ou Renda Cidadã), cresce uma pressão no Congresso para que o auxílio emergencial, que será encerrado em dezembro, seja estendido.

Segundo o Estadão, há um grupo defendendo que sejam oferecidas mais duas parcelas do benefício — isso poderia ser incluído na Medida Provisória 1.000, que estendeu o auxílio até o fim deste ano com valor de R$ 300 e ainda não apreciada.

O jornal diz que “a prorrogação do auxílio emergencial está sendo cobrada porque o governo demora em apontar uma solução para o fim do benefício”.

Pedro Fernando Nery, consultor do Senado, afirmou:

“É impressionante como o governo não conseguiu pautar ainda esse debate.”

Leia mais: Os leitores de O Antagonista não agonizam com polêmicas fake.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO