ACESSE

É "inconcebível" a PGR atuar para atingir Moro

Telegram

Diz O Globo, em editorial:

“É inadmissível que a imagem da Procuradoria-Geral possa vir a ser tisnada pela eventual percepção de alinhamentos a facções políticas interessadas no desmonte da Lava Jato ou mesmo perfilada ao presidente da República que, no caso, já cometeu a impropriedade de acenar ao chefe do MPF com o ‘prêmio’ da indicação ao Supremo.

Da mesma forma, é inconcebível a PGR atuar alimentando suposições de que pretende, de alguma forma, atingir o ex-juiz Sergio Moro, visto como potencial adversário do presidente em 2022.

O êxito da Lava Jato é relevante ao país. Este é o seu fundamento.”

Como dissemos ontem, Aras tem uma missão imediata muito clara: cortar as asas da Lava Jato. O fato de ter sido nomeado por um presidente da República eleito graças à bandeira anticorrupção só torna o plano ainda mais escandaloso.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim

Comentários

  • Ulysses -

    ESTE GOVERNO ACABOU.O MELHOR QUE O BOLSONARO TEM A FAZER É RENUNCIAR.

  • Paulo -

    O CENTRAO REU E O JUMENTO, TRABALHAM SO PENSANDO NISSO, TEMOS ESPERANÇA NO STF, SE ESSA GENTE NAO FECHAR ANTES, ISSO E A DEMOCRACIA, ELEITOS PRA OBSTRUIR LEI, CRIMINOSOS MILIONARIOS, VOTO BARATO.

  • Marcio -

    Os brasileiros honestos e que querem um Brasil melhor estão todos com Sérgio Moro. Moro 2022

Ler 188 comentários