É mesmo surreal

Um dia depois de o STF decidir que condenados em segunda instância vão em cana, o protagonista de um caso emblemático de chicanas e impunidade ganhou o benefício do regime aberto.

Antonio Pimenta Neves, que matou a sangue frio Sandra Gomide em 2000, foi condenado em 2006 e começou a cumprir pena somente em 2011, será solto “por bom comportamento”.

É mesmo um país surreal.