E o “interesse jornalístico” da entrevista com o presidiário?

Os jornais reclamam porque, ontem, foram tiveram o acesso barrado à entrevista coletiva de Jair Bolsonaro. O assessor alegou falta de espaço físico e só permitiu o acesso de emissoras de TV e sites.

De fato, como se tratou de coletiva, é recomendável que todos os veículos importantes possam se fazer presentes.

Mas, aproveitando o mote, fazemos uma pergunta: agora que terminou a campanha, ninguém mais se interessa em entrevistar o presidiário encarcerado em Curitiba?

É só uma pergunta.

A grande imprensa está atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Moro... Imagine o que ela está deixando de revelar para VOCÊ LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 82 comentários
  1. No primeiro dia do segundo turno, quando a missão era desvincular o poste do presidiário, já não havia mais o interesse pela entrevista; acabara a campanha da Folha contra a “censura”.

  2. Veículos importantes? Sei de veículos que se “consideram” importantes. Agora ficou visto que dá para dispensá-los. Por ex. Vou acompanhando o Antagonista e a Crosué e consigo informação atua

  3. A grande imprensa atualmente é: Blogs, Grupos do Facebook, WhatsApp, Instagram e outros. Jornalecos voltados para interesses de seus donos, não figura mais como a grande imprensa !!!

  4. Trump não aceita ser entrevistado, de forma exclusiva, pela CNN. Só atende esse veículo em coletivas, e olhe lá. O resto é o povo quem decide, se assiste quem vende inverdades, ou não.

  5. Uma coisa é tornar públicas as coisas de governo, outra é “para quem” entregá-las em primeira mão. Os que ficaram fora podem, perfeitamente, buscar as informações nas TVs ou nos sites…

  6. A Folha e o “Haddade” AJUDARAM o Bolsonaro a ser eleito, foram os MAIORES CABOS-ELEITORAIS de Bolsonaro e ajudaram a elegê-lo. O “Haddade” então entregou O OURO de graça. Aceita, petistas!!!

  7. Se querem entrevistar um presidente, tem que ir a Curitiba , afinal chamam até o hoje o Lula ladrao de “presidente” e o nosso atual presidente eleito apenas de “Bolsonaro “ inversão de valo

  8. A casa de Bolsonaro tem uma copa grande, onde ele faz tudo. Grava, recebe jornalistas, empresários, políticos, etc…mas como vai juntar ali 100 pessoas, jornalistas do mundo todo. Não tem como.

  9. Bolsonaro está em sua residência particular com seus familiares se recuperando de uma facada que quase lhe tirou a vida. Ele recebe em sua casa quem ele ou sua familia quiserem.

  10. Por que a Falha, digo, Folha, reclama tanto se passou toda a campanha fazendo o diabo para que Bolsonaro não se elegesse? Muitos brasileiros estão de SACO CHEIO das mentiras e deturpações da Folha

  11. Perfeito seus comentários e mais ainda a explicação do Assessor. Se não tinha espaço para todos queriam que fizesse o que? Seria o milagre da multiplicação? Sequer perceberam a precariedade do

  12. Ninguem está com “saudade” de ler/ouvir a respeito do “bom dia, Lula”? Lindinho não foi mais pra lá? Nem Dilma? Nem Malddad? Vão deixar a JARARACA mais honesta do Brasil sem companhia?

  13. boa essa do antogonista, vao entrevistar o maior lad~rao do Brasil em Curitiba, deixe nossa mito trabalhar, são poucos que apoiaram nosso presidente, espero que muitos vão para cadeia.

    1. Poxa, o melhor é ver um presidente que faz coletiva com os microfones postos em cima de uma prancha de surf como ontem, nao podem tirar isso do Bolso, ou o pao com doce de leite

  14. Infernizaram o país com ações, petições, apelações e agora que tem chance de ir falar com o criminoso corrupto e com o criminoso esfaqueador ninguém se movimenta. Vai lá pessoal, vai lá. Mim

  15. Parabéns! Esse post valeu o dia. Por favor Antas assinem textos brilhantes como esse, se for Sabino, Mainardi, Dantas, Filipe ou Igor gostaria de saber quem deu essa voadora no peito da Imprensa

  16. Eu acho errado barrar, só que o problema são as perguntas medíocres que eles vão fazer só para pegar polêmicas, né. Então eu teria liberado todos, mas limitado as perguntas para temas da trans

    1. Por isso Tofoli un dos empregadinhos PTista no STF quer “pacificar as relações” com o gov Bolso em troca da liberdade travestida de “prisao domiciliar” pro Lula poder continuar relevante