E o projeto dos supersalários, Rodrigo Maia?

Em abril, como noticiamos, após o lobby de entidades ligadas ao Judiciário e ao Ministério Público, Rodrigo Maia decidiu adiar a votação do requerimento de urgência do projeto que tenta acabar com os salários acima do teto constitucional.

Na ocasião, Maia acabou dizendo que Dias Toffoli e Augusto Aras “estão debatendo esse tema conosco”.

“Vou tentar terminar rápido esse debate, essa discussão. Deveremos organizar junto com eles, baseado no seu texto, uma construção rápida, mesmo que no final a gente tenha divergências dentro dos Poderes, o que é normal.”

O relator da proposta, deputado Rubens Bueno (Cidadania), pediu, então, um retorno rápido.

“Eu vou pedir ao presidente do Supremo e ao procurador-geral”, afirmou Maia.

Em 23 de abril, cobrado por O Antagonista, o presidente da Câmara disse que, na próxima semana, iria “começar a tratar” do projeto.

Estamos na segunda quinzena de julho, senhoras e senhores, e nada de Rodrigo Maia dar um retorno sobre esse assunto.

Leia mais: O PGR age para blindar Bolsonaro? Clique aqui para ler na íntegra
Mais notícias
TOPO