É preciso abolir os políticos de todas as estatais

Depois de receber um puxão de orelha da imprensa, Geraldo Alckmin reeditou o decreto que regulamenta a lei das estatais paulistas, agora proibindo que dirigentes partidários e parlamentares ocupem cargos de administração em empresas com até 90 milhões de reais de receita bruta anual. A legislação estadual agora está em conformidade com a federal.

Dirigentes partidários e parlamentares deveriam ser proibidos de ocupar cargos em todas as estatais. E também de fazer indicações.