É preciso cortar mais

Jair Bolsonaro anunciou que a Secom vai gastar 150 milhões de reais em 2019.

É uma fortuna, embora isso represente, segundo ele, um corte de 45%.

Os maiores contratos de publicidade estatal, porém, são da Caixa, do Banco do Brasil e da Petrobras.

É preciso cortar ali também.

Comentários

  • Amadeu -

    É preciso mesmo a Secom?

  • João -

    Grande probabilidade de superfaturamento na publicidade vendida a essas estatais, isso deve ser investigado junto com o patrimônio dos diretores de publicidade... Um monte de Pizolatos...

  • Laura -

    Tem que cortar tudo.

Ler 70 comentários