Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

"É um imóvel voador", diz Simone Tebet, sobre capital declarado por FIB Bank

O presidente da empresa, Roberto Pereira Ramos Júnior, se atrapalhou ao tentar explicar a declaração de capital social do FIB Bank
“É um imóvel voador”, diz Simone Tebet, sobre capital declarado por FIB Bank
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O presidente do FIB Bank, Roberto Pereira Ramos Júnior, tentou explicar aos senadores da CPI da Covid como a empresa declarou ter um capital social de R$ 7,5 bilhões. O FIB Bank, que, apesar do nome, não é um banco, forneceu à Precisa Medicamentos uma fiança de R$ 80,7 milhões como garantia para o contrato com o Ministério da Saúde para a venda da Covaxin.

À Justiça, a empresa declarou que o capital é composto por grandes terrenos.

No depoimento, Roberto Pereira disse que dois imóveis compõem o capital.

“São dois imóveis, no valor de R$ 7,5 bilhões.”

Os senadores questionaram o valor dos imóveis e as áreas declaradas. Simone Tebet afirmou que houve uma mudança na localização do imóvel em documentos apresentados pela empresa.

“Um imóvel era no valor de R$ 7,2 bilhões e não estava em São Paulo, estava em Curitiba. Um imóvel voador que saiu de São Paulo e foi para Curitiba. A pergunta que tem que ser respondida é por que o Ministério da Saúde aceitou uma garantia que não é bancária se a lei e a medida provisória não permitiam e fora do prazo permitido. Faziam parte do conluio para fraudar e superfaturar a Covaxin?”

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO