Economia precisa 'abrir as pernas' para contratação de temporários, diz Mourão

Economia precisa abrir as pernas para contratação de temporários, diz Mourão
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Hamilton Mourão afirmou nesta terça (4) que o Ministério da Economia deveria “abrir as pernas” para aceitar a contratação de mais trabalhadores temporários pelas agências de fiscalização que combatem incêndios e crimes ambientais, registra a Folha.

O vice-presidente comentava portaria publicada hoje que autorizou a contratação de 1.659 profissionais pelo Ibama por um prazo de seis meses. Esses temporários deverão ser empregados no combate a incêndios.

“A [pasta da] Economia tem que abrir as pernas um pouco nisso aí, porque a Economia, ela tranca isso aí. Essa é a situação que a gente está vivendo, tudo isso é uma negociação”, declarou Mourão.

O jornal paulistano assinala que a convocação de brigadistas temporários ocorre como preparativo para o período mais intenso das queimadas. No ano passado, diz o Ibama, foram abertas 1.481 vagas do tipo.

Leia mais: A prisão do deputado Daniel Silveira, que ofendeu ministros do STF num vídeo, é mais um capítulo da avacalhação da democracia brasileira.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO