Eduardo acompanhou audiência com Ludhmila, a quem atacou por causa da cloroquina

Eduardo acompanhou audiência com Ludhmila, a quem atacou por causa da cloroquina
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Eduardo Bolsonaro participou da audiência de Ludhmila Hajjar com Jair Bolsonaro. O filho 03 do presidente da República auxiliou no escrutínio da cardiologista, que desistiu de assumir o Ministério da Saúde depois de ataques e ameaças de morte.

Em entrevistas hoje, Hajjar tem dito que aceitou conversar com Bolsonaro pois achava que ele havia mudado. A médica defende o distanciamento social e é contra a cloroquina.

Ela fez parte do grupo de pesquisadores que estudava o efeito do antimalárico em pacientes de Covid.

Em abril do ano passado, Eduardo disse no Twitter que o estudo tinha como objetivo “desqualificar a cloroquina” e compartilhou um texto que relacionava os pesquisadores ao PT. “Os responsáveis são do PT. Mas isso é pura coincidência, claro…”.

 

Bolsonaro nunca quis Ludhmila, claro. Queria apenas um boi de piranha.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO