Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Eduardo Bolsonaro defende medida do governo contra 'abusos' de redes sociais

Deputado e filho 03 de Jair Bolsonaro perdeu cerca de 15 mil seguidores no Twitter; rede social afirmou que se trata de 'limpeza' em contas suspeitas, que incluem robôs
Eduardo Bolsonaro defende medida do governo contra abusos de redes sociais
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Eduardo Bolsonaro, assim como outros bolsonaristas, queixou-se de ter perdido seguidores no Twitter nesta segunda-feira (14) —cerca de 15 mil, no caso dele.

O deputado e filho 03 de Jair Bolsonaro chamou o caso de “abuso” e defendeu a adoção de medidas do governo. “Sem qualquer explicação para seus clientes as Big Tech fazem o que querem e o temor é que em 2022 isso piore. Governo federal precisa urgentemente publicar decreto e enviar MP ao Congresso para acabar com esses abusos”, escreveu Eduardo na rede social.

Em nota, o Twitter afirmou que a suspensão vale somente até os donos das contas confirmarem dados como senha ou número do celular, como prova de que o perfil não é automatizado.

LEIA MAIS na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO