ACESSE

Eduardo Bolsonaro diz que pretende ir à PF registrar vazamento de dados

Telegram

Alvo de vazamento de dados por hackers da Anonymous, Eduardo Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (2) que deve ir à Polícia Federal registrar um boletim de ocorrência.

“Pretendo passar lá ainda hoje para fazer o boletim de ocorrência. Deixar à disposição o celular, se o perito lá achar necessidade, deixar à disposição lá. Mas a gente está vendo que é um vazamento criminoso, né. Qual o objetivo disso? Só para ficarem importunando, ficar recebendo ligação no celular.”

A declaração foi dada após Eduardo participar de reunião com Hamilton Mourão, no Palácio do Planalto. Segundo o deputado, a pauta da reunião era conexão de internet da Amazônia. Esteve presente no encontro o presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais.

Leia também: EXCLUSIVO: MORO ATACA

Comentários

  • EGIDIO -

    O Brasil vive de idiotices, longe dos problemas reais.

  • Enf -

    Onde está o jipe q iria invadir o STF ???

  • Mauro -

    Que tal provar um pouquinho do próprio veneno, Dudu?

Ler 13 comentários