Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Eduardo critica Facebook por punição após publicar frase atribuída a Hitler

A rede social impôs uma restrição de 30 dias à conta do filho do presidente
Eduardo critica Facebook por punição após publicar frase atribuída a Hitler
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi ao Twitter reclamar da restrição imposta pelo Facebook ao seu perfil. Como mostramos, a página do filho do presidente está impedida de postar e comentar publicações por 30 dias, depois da publicação de frases atribuídas a Adolf Hitler.

Fiz uma crítica no Facebook mostrando como a esquerda usa táticas nazistas para censurar e mentir. Resultado: o FB me suspendeu por 30 dias e a mídia mentiu que era porque eu havia feito ‘apologia ao nazismo’. Após mídia anunciar que estou processando o FB minha conta voltou.”

O parlamentar postou um print da publicação que causou a restrição. A imagem mostra duas declarações atribuídas ao ditador.

Quanto maior for a mentira, mais pessoas acreditarão nela”, diz a primeira. A segunda vai na mesma linha: torne a mentira grande, simplifique-a, continue afirmando-a, e eventualmente todos acreditarão nela”.

Mais notícias
TOPO