Eduardo depõe por mais de 6 horas no inquérito dos atos antidemocráticos

Eduardo depõe por mais de 6 horas no inquérito dos atos antidemocráticos

Eduardo Bolsonaro prestou depoimento à Polícia Federal por mais de seis horas nesta terça-feira (22), como testemunha no inquérito que apura a organização e financiamento de atos antidemocráticos.

Em abril, o STF autorizou a abertura de investigação sobre organizadores de manifestações de apoiadores de Jair Bolsonaro que pediam a volta da ditadura e do AI-5, além do fechamento do STF e do Congresso.

A oitiva, que durou ao todo 6 horas e 40 minutos, aconteceu no próprio gabinete de Eduardo na Câmara, informa o UOL. Embora não seja investigado no caso, o deputado não era obrigado a responder a perguntas que, eventualmente, poderiam incriminá-lo na apuração.

Eduardo havia sido intimado pela PF junto com o irmão Carlos. O vereador já foi ouvido no Rio, em 10 de setembro.

Leia mais: Exclusivo: o objetivo secreto do 'inquérito do fim do mundo' do STF
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários
TOPO