Eduardo Jorge diverge de Marina e vota nulo

Diferentemente de Marina Silva, cabeça de sua chapa presidencial, que declarou “voto crítico” em Fernando Haddad no segundo turno, Eduardo Jorge votará nulo, registra O Globo.

Filiado ao PT até 2003, quando deixou a sigla para entrar no PV, Jorge diz que votará “contra o PSL e contra o PT”.

“Tanto o PSL quanto o PT são comandados por núcleos políticos radicais e com tendências autoritárias”, escreveu o vice de Marina no Facebook.

Bolsonaro x Haddad: o que a grande imprensa não conta para você está AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 48 comentários
  1. A Marina perdeu totalmente a relevância no cenário político nacional O que dirá este Eduardo Jorge? A opinião deles, quem eles apoiam ou não, ninguém mais quer saber,não interessa…

  2. Pois é o casal fazia parte do PT, ficaram sem espaço no comando, então… Saíram, mas continuam petistas. São daqueles que vale tudo pelo partido, desde que eles sejam os dirigentes.

  3. Votar nulo é ser conivente com o PT, não há dúvidas de quem são os criminosos esse ano, quem se omite não serve para a vida pública. Lembrem-se deles nas próximas eleições!

    1. desculpe voto Bosolnaro mas esperar que todos os que tem ideologia socialista votem 17 é viajar mais que o maluco beleza ae. Ele pelo menos nao se curvou a falacia petista