Eduardo Paes delatado

Como registramos na última quarta-feira, o “rei do ônibus” Jacob Barata Filho contou ao juiz Marcelo Bretas que pagou R$ 145 milhões a Sérgio Cabral entre 2010 e 2016.

Segundo O Globo, nas negociações da delação com o MPF, Barata detalha também repasses a Eduardo Paes.

É o assunto do momento: a movimentação de mais de 1 milhão de reais do ex-motorista de um dos filhos de Jair Bolsonaro LEIA AGORA

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 69 comentários
  1. Só a população do interior do Alaska é que não sábio que o “nervosinho” é corruPTo para manter chassis de caminhão e sem ar condicionado nos onibus. Esse é um de seus legados!

  2. Ué? Mas nos debates ele não acusava o juiz Witzel das maiores aberrações, acusando-o de favorecimento disso e aquilo? Ah, é o ditado de Lênin: “Acuse-os do que faz, xingue-os do que é.” Enten

  3. Meninos do Rio, o Haiti é aqui. Peçam penico ao Exército para evitar a guerra civil. Ah, as “instituições^! Caricaturas puras. Remedos, digam-no sem medo ou temor, entregues a baratas.

    1. Não basta desratizar o Executivo e o Legislativo. Extirpar a banda podre do Judiciário é essencial para desmontar o regime cleptocrático instalado no País-Potência. Força, Lava Jato!

  4. Vai faltar cadeia em todo o país tamanho é numero de políticos corruptos. Certamente da tema de samba enredo: Cabral na cadeia, Lula na cadeia, Pezão na cadeia, quem diria que esse dia chegaria.

  5. Eu sempre achei que o Rio de Janeiro era o berço da corrupção e que 99% dos políticos daquele Estado fossem bandidos – mas estava em parte equivocado, pois 100% nao prestam; ganham ate de Alagoas.