Eduardo pagou R$ 150 mil em dinheiro vivo ao comprar imóveis no Rio

Eduardo pagou R$ 150 mil em dinheiro vivo ao comprar imóveis no Rio
Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Eduardo Bolsonaro pagou, durante a aquisição de dois apartamentos comprados na zona sul do Rio entre 2011 e 2016, um total de R$ 150 mil em dinheiro vivo, que corrigidos pela inflação equivalem hoje a R$ 196,5 mil, informam Juliana Dal Piva e Chico Otavio em O Globo.

O valor diz respeito a parte do pagamento dos imóveis, e as informações constam das escrituras públicas obtidas pelo jornal em dois cartórios cariocas.

Em dezembro de  2016, quando estava no primeiro mandato como deputado federal, o filho 03 de Jair Bolsonaro esteve no cartório do 17º Ofício de Notas para registrar a escritura de um apartamento comprado em Botafogo, no valor de R$ 1 milhão.

No documento, ficou registrado que Eduardo já tinha dado um sinal de R$ 81 mil pelo imóvel e que estava pagando “R$ 100 mil neste ato em moeda corrente do país, contada e achada certa”. A maior parte, R$ 800 mil, foi quitada com financiamento junto à Caixa.

Três anos antes de ser eleito deputado, Eduardo comprou um outro apartamento em Copacabana, em fevereiro de 2011, por R$ 160 mil –aquisição registrada no 24º Ofício de Notas do Rio.

Na escritura, ficou anotado que o pagamento ocorreu por meio de um cheque administrativo de R$ 110 mil. O valor restante foi descrito pelo escrivão como “R$ 50 mil através de moeda corrente do país, tudo conferido, contado e achado certo perante mim, do que dou fé”.

Leia mais: EXCLUSIVO: O BUNKER SECRETO DOS FILHOS DE BOLSONARO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 86 comentários
TOPO