ACESSE

Eduardo pode ter quebrado decoro ao enviar dossiê, diz Delegado Waldir

Telegram

O deputado Delegado Waldir (PSL-GO) afirmou a O Antagonista que o envio de dossiê sobre militantes “antifascistas” para a embaixada dos EUA pode configurar quebra de decoro parlamentar de Eduardo Bolsonaro.

Membro do Conselho de Ética da Câmara, Waldir afirmou que a divulgação dos dados deve ser investigada.

“Do jeito que ele (Douglas Garcia) falou, pode configurar quebra de decoro parlamentar. É uma situação que pode ser levada ao Conselho de Ética (…). E tem que ver também se não houve compartilhamento de informações com o Ministério da Justiça e o dossiê que foi feito lá. Se tiver informações de fontes oficiais, é ainda mais grave.”

Waldir lembrou, no entanto, que as reuniões do Conselho de Ética estão paralisadas durante a pandemia. “Mesmo com a pressão para que se retome, por causa da conduta de alguns deputados, as reuniões ainda não têm ocorrido”, disse.

Como mostramos, o deputado estadual Douglas Garcia, do PTB de SP, disse à Justiça que Eduardo Bolsonaro entregou cópia de um dossiê feito por bolsonaristas contra “antifascistas” para a embaixada dos Estados Unidos.

Leia mais: O Centrão quer dominar sua 'casa'. Entenda como

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 32 comentários